Harry Potter e a Câmara Secreta - #2 - J. K. Rowlling

Categorias: ❤ 22.3.19 ❤
Nome: Harry Potter e a Câmara Secreta
Autor: J. K. Rowlling
Número de Páginas: 287
Editora: Rocco
Lançamento: 2002

Sinopse: Os Dursley foram tão mesquinhos e abomináveis durante aquelas férias de verão, que Harry Potter só queria voltar para a Escola de Magia e Bruxaria de Hogwarts. Na hora em que está arrumando as malas, contudo, ele recebe um aviso de um elfo estranho chamado Dobby, que diz que se Harry Potter voltar a Hogwarts haverá uma catástrofe. E ela, de fato, acontece. No segundo ano de Harry em Hogwarts, surgem novos tormentos e horrores. Agüentar o arrogante professor de Defesa Contra a Arte das Trevas, Gilderoy Lockhart, driblar o assédio do coleguinha deslumbrado que a todo custo queria fotografá-lo e conseguir um autógrafo, ignorar a tí­mida paixão e desviar da atenção indesejada de Gina Weasley, e suportar as lamúrias da Murta que Geme, um espí­rito que ocupa o banheiro das meninas, não é exatamente a melhor coisa que podia acontecer a Harry, mas, sem dúvida alguma, isso representa muito pouco diante do grande mistério que envolve a petrificação de alguns estudantes da escola. Quem ou o que estaria por trás daquelas ocorrências assustadoras? Seria Draco Malfoy, mais venenoso do que nunca? Talvez Hagrid, cujo misterioso passado é finalmente revelado? Ou o responsável por todo o pânico e tumulto seria aquele de quem todos na escola suspeitam… o próprio Harry Potter? Como descobrir e eliminar definitivamente a ameaça que está aterrorizando Hogwarts?


O segundo livro da saga já começa repleto de mistérios, Harry está tendo as piores férias da sua vida na casa dos seus tios (como fosse possível) e sonha com seu retorno a Hogwarts, mesmo com um elfo doméstico tentando salvar sua vida de forma bem atrapalhada e com horríveis ataques acontecendo na escola, o menino que sobreviveu sente que o castelo é sua casa e seus amigos, sua família, e não vê a hora de revê-los.

Estes sentimentos dão esperança que dias melhores virão e tornam o finalzinho de suas férias menos solitário, ansioso para embarcar no Expresso de Hogwarts, Harry percebe que sua vida não é tão simples assim.

São as nossas escolhas, Harry, que revelam o que realmente somos,
muito mais do que as nossas qualidades."

Alvo Dumbledore

Seu primeiro ano em Hogwarts foi maravilhoso, repleto de aventuras e descobertas, agora Harry irá retornar para a casa dos seus tios para as férias escolares.

Como se ele já não tivesse tido dias ruins na casa dos Dusleys, essas férias estão batendo recordes. Mesmo ele possuindo um quarto agora, nunca se sentiu tão sozinho, as semanas estão passando e não chegou nenhuma carta, coruja ou um sinal de seus amigos Rony e Hermione, isto tem deixado Harry muito triste e ele passa a ter certeza que foi abandonado por todos.


Tudo muda na noite em que seu tio recebe uma ilustre visita, tudo ficaria bem se Harry também não recebesse a visita de Dolby, um elfo doméstico, que está a todo custo tentando salvar a vida Harry. É claro que seus planos dão todos errados.

E antes que Harry se meta numa enrascada muito maior, seu grande amigo Rony o salva da Rua dos Alfineiros, n°4 com um carro voador.

Cenas emocionantes é o que não falta no segundo livro da saga HP.

Quando Harry chega na escola, logo percebe porque Dolby estava tentando salvar sua vida: Uma série de ataques tem petrificado os frequentadores de Hogwats e apavorado alunos e professores.

Os terríveis acontecimentos revelam a grande amizade e lealdade que Rony (e sua família) possuem por Harry e traz uma Hermione mais madura, menos mandona e muito mais ousada a quebrar regras da escola por seus amigos.

Acredito que o que mais me encanta na história do HP é a maneira como a autora solta pitadinhas de soluções aos mistérios da saga e como tudo isso está interligados por ricos detalhes.


A câmara secreta traz um Harry mais ciente da sua importância no mundo bruxo e das consequências do que lhe aconteceu no passado, o que faz ele sentir o peso das suas decisões e responsabilidades, mas mesmo assim não deixa de pensar e agir em prol de outras pessoas, mesmo que isso o coloque em grandes riscos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Paginação numerada



Subir